sábado, 6 de julho de 2013

Motivos da minha ausência

Olá!
Como estão, queridas amigas? Que saudades!!! Eu, agora, estou bem. Quero explicar pra vocês os motivos da minha ausência... 
*Agora é o momento de pular as tragédias e só olhar as fotos e ler a despedida, caso você não queira se deprimir comigo!
Primeiro, eu já havia comentado aqui no blog que andava desanimada, então acabei consultando um médico e iniciando tratamento pra depressão. O motivo principal é a escola... além dos alunos que não querem estudar, dos pais que só sabem exigir dos professores sem dar nada em troca, da sociedade e do governo que acha que a culpa de os alunos não aprenderem é dos professores... somado a isso tem algo que me faz sofrer em dobro na escola: lá é um local de abandono de animais. Muitas vezes há filhotes e animais doentes largados em frente ou dentro da escola. A escola fica na periferia da cidade, bairro pobre, onde o descaso e a violência são presentes. Já resgatei muitos animais lá.... a maioria se salvou, mas alguns não. Muitas colegas também já levaram animais de lá pra casa. Mas eu tenho, a cada dia, sofrido mais com isso. Tenho crise de ansiedade, dor, enjoo, cansaço, insônia, medo irracional... sem contar a labirintite. 
Então, chegou um ponto em que, já que não posso mudar a realidade e nem meu caráter (não posso fingir que não vi), eu resolvi que preciso de ajuda pra "filtrar" esses problemas. Não posso mais deixar isso me atingir dessa forma, porque, afinal de contas, preciso trabalhar pra viver!
Segundo motivo, meu computador ficou uma semana desligado por conta do estabilizador que não funcionava, hehe! E eu não me dou bem com o tablet e não me aventuro a postar nada através dele... Super marido chegou no meio da semana e resolveu isso pra mim :)
Terceiro... na sexta-feira passada o Jubileu (meu Jubilindo), me deu "a mordida" nas costas da mão esquerda. Eu o levei ao veterinário, pois estava com tosse, e ele se estressou demais e, mesmo sendo segurado por duas assistentes, conseguiu morder a minha mão (eu segurava suas patas dianteiras). Ele levou uma injeção de anti alérgico e já melhorou. Eu fiquei com a mão dolorida, horrivelmente inchada por dias, levei uma antitetânica, duas antirrábicas, antibiótico spray e algumas doses de anti inflamatório, hehe! Mas agora já estão só as casquinhas dos buracos dos dentinhos dele na minha mão, hehe!
Aqui o safado mordedor de mão de "mãe", Jubileu tão lindo, mas tão perigoso quando estressado!
A Noite dando umas beijocas na Galadriel... ambas na cadeira cobertas com uma toalha, hehe!
Princesa, Jubi e Galadriel brincando com os brinquedos que ganharam da Bia, Milhares de Cores, que incluiam bolinhas, pompons de lã e almofadinhas com catnip.
Agora que a medicação já está fazendo efeito, eu me conscientizei do problema e o recesso escolar (salve, salve!) vem chegando, eu estou melhor e mais disposta. Com o apoio de amigos, da minha mãe e do marido, sinto mais segurança.
Amanhã tem festa julina, Arraial das Gateiras de Porto Alegre, eu vou fazer os cachorros quentes, só molho sem salsichas e só salsichas sem molho, pra agradar veganas e chatinhas (que não comem cebola), hehe!
Bom domingo pra todas!!!
Até breve!

6 comentários:

Mariana Simioni disse...

nossa, realmente procurar ajuda é a melhor solução, isso tudo não é fácil... mas espero que vc melhore cada vez mais! Beijos

Jane disse...

Denise
Eu também já precisei de ajuda médica e foi a melhor coisa. O mundo não vai mudar, mas podemos melhorar a maneira como nos relacionamos com tantas coisas que nos causam dor e sofrimento. Estou na torcida para que você fique bem. E acho que o gatinho safado só está estressado, logo todos vão ficar bem. Um grande abraço!

Luciana F. Damiano disse...

Ô Denise, espero que você passe a sentir melhor...viver nesse mundo realmente é para os fortes. Não é fácil.
Caramba, você tomou mais injeção do que o Jubi! Kkkk, desculpa, mas foi engrado! Meu Michael só sarou dos espirros com injeção de antialérgico e um antibiótico que eu só consegui enfiar na goela dele nos primeiros dias, enquanto ainda tava ruinzão, depois foi complicado :P
Melhoras xuxu!
Bjs

Nina Dias disse...

Puxa Denise, que barra!
Sei o que está passando, os problemas e decepções vão se acumulando e deixando nosso ânimo lá embaixo! Meu filho de 18 anos, também está com depressão e sei o que está passando! Não está sendo fácil e ele é um menino adorável e de uma maturidade e sensibilidade impressionante! Está medicado, mas nem sempre está bem!
Tadinho do gatinho, ele não tem culpa, é seu instinto não é mesmo?
Melhoras pra você e boas férias!
bjs Nina

Andrea disse...

Querida De, vou te mandar uma mensagem in box pelo Facebook, beijos querida!

Lúcia Soares disse...

Denise, me vi um pouco em você, quanto ao desânimo para dar aulas. Só o fiz por 2 anos e larguei mesmo, pois a indiferença dos alunos e as exigências infundadas dos pais já eram presente, isso há muitos anos.
Sua sensibilidade quanto aos animais precisa ser equilibrada, sim, pois eles vivem em abandono constante, em todos os lugares.
Quanto ao seu "pimpolho" mordedor...humpt! Espero que ele tenha ficado de castigo! rsrs
Desejo que esteja ótima, agora.
Beijo!